4 de agosto de 2012

Alfândega - o fantasma dos brasileiros que retornam dos EUA

Mulher carregando várias malas
Comprou o que podia e o que não podia em Orlando (ou qualquer outro lugar fora do Brasil) e agora está com medo da alfândega? Isso acontece... e muito mais do que você imagina...

Para evitar problemas na chegada ao Brasil, depois de hoooooras de viagem, vou falar um pouco sobre os procedimentos de alfândega.

Primeiramente vamos falar das regras e cotas, etc.

A cota para compras fora do país é de US$500,00. Essa cota não pode ser unificada, ou seja, eu e meu marido não podemos juntar as cotas para trazer um equipamento de US$1.000,00. A cota é individual e intransferível.


São isentos do imposto, portanto não estão incluídos na cota, os seguintes itens:

- Roupas e outros objetos de uso ou consumo pessoal;
- Livros, folhetos e periódicos
- Até 12 litros de bebida alcoólica
- Até 10 maços de cigarro, contendo, cada um, 20 unidades;
- Até 25 unidades de charutos ou cigarrilhas
- Até 250 gramas de fumo
- Até 20 unidades de bens (souvenirs e pequenos presentes), de valor unitário inferior a US$ 10,00 desde que não haja mais do que 10 unidades idênticas
- Até 20 unidades de bens, desde que não haja mais do que 3 unidades idênticas
- Um relógio
- Um celular (em uso)
- Uma máquina fotográfica (em uso)

Lendo isso você fica meio confuso? Eu também... Esses dois últimos dois ítens derrubam qualquer um...

Na teoria você só pode trazer 20 itens de até US$10,00 e mais 20 itens acima de US$10,00. Mas na prática não é bem isso não acontece.

Vamos primeiro às roupas, que são 80% das compras de brasileiros nos EUA. Essas estão isentas, portanto tá liberado...

Objetos de uso e consumo pessoal, entende-se óculos, maquiagem, shampoo, cremes, perfume, etc... Portanto, já eliminamos boa parte dos itens que compramos.

A coisa realmente complica para eletrônicos e itens em grande quantidade, que às vezes até caracterizam revenda.

Senhora carregando carrinho com malasJá pensou numa mala com 10 pares de tênis iguais, mas todos de tamanhos diferentes??? Ou camisas Tommy de todos os tamanhos? Ou 5 bolsas iguais Michael Kors? Tá com cara de muamba, não tá?

É esse tipo de coisa que dá problema... Nunca vi ninguém pagar multa ou ter compra confiscada de meia dúzia de perfumes, lembrancinhas para a família, creminho para as amigas ou brinquedos para as crianças...

Nem por comprar dois ou três relógios de US$50,00,  bolsas, ou tênis...

O que realmente pega são as grandes compras. Então cuidado com os Ipads, notebooks e filmadoras, por exemplo. Esses costumam ser os itens mais tributados de viajantes comuns.

E se você passou da cota, você tem duas alternativas: declarar a compra de uma vez ou tentar a sorte.

Como isso funciona?

Ainda no avião será distribuído pelos comissários o formulário de Declaração de Bagagem Acompanhada, ou seja, a sua bagagem. É nesse momento que você "decide" se tem ou não algo a declarar.

Se não tiver, ou preferir não declarar, você nem precisa mais desse formulário.

Caso tenha algo e vá declarar, pegue um formulário, preencha os dados do equipamento e/ou quantidade de itens.

O imposto cobrado será de 50% sobre o excedente da cota. Exemplo:

Você comprou um equipamento de US$700,00. A cota é US$500,00, certo? Então o imposto será cobrado sobre os US$200,00 excedente. Portanto seu imposto será de US$100,00.

Porém, se você resolver não declarar esse equipamento e for pego, você pagará imposto de 50% e mais uma multa de 50% sobre o excedente. No mesmo exemplo acima, você pagaria US$100,00 de imposto e mais US$100,00 de multa.

Aí fica a seu critério!!!

Para os itens abaixo a declaração é considerada obrigatória e se não o fizer, estão sujeitas à multa se forem "descobertas":

- animais, vegetais, sementes, produtos de origem animal ou vegetal, produtos veterinários ou agrotóxicos;
- produtos médicos, produtos para diagnóstico in vitro, produtos para limpeza ou materiais biológicos;
- medicamentos, exceto os de uso pessoal, ou alimentos de qualquer tipo;
- armas ou munições;
- bens sujeitos a restrições ou proibições ou ao regime comum de importação;
- bens aos quais será dada destinação comercial ou industrial
- bens cujo valor global ultrapasse o limite de isenção (aqui entram o seu notebook, Ipad, games e acessórios...) 
- bens que excederem limite quantitativo para fruição da isenção (aqui estão as garrafas de bebidas e maços de cigarro, por exemplo)
- valores em espécie em montante superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou seu equivalente em outra moeda.

Então se você tem itens a declarar, dirija-se à fila de Bens a declarar, com formulário em mãos (e bagagens no carrinho) e faça os trâmites necessários: pagamento do imposto, carimbos, formulários...

Carregador de bagagem com carrinho de malasSe não tem nada a declarar, siga pela fila "Nada a declarar" e torce para ser liberado. Mas se for parado, sua mala passará pelo raio X. Se eles não encontrarem nada suspeito, suas malas nem serão abertas e você será liberado.

Se encontrarem... Aí a coisa começa a ficar chata... Abrem as malas, formulários, multa, pagamento, carimbos, cara feia, etc, etc, etc...

Os itens abaixo são PROIBIDOS de entrar no país, portanto não os tragam:

- Cigarros e bebidas fabricados no Brasil, destinados à venda exclusivamente no exterior
- Cigarros de marca que não seja comercializada no país de origem
- Réplicas de arma de fogo
- Espécies animais da fauna silvestre sem um parecer técnico e licença
- Espécies aquáticas para fins ornamentais e de agricultura, sem permissão do órgão competente
- Produtos falsificados e/ou pirateados
- Produtos contendo organismos geneticamente modificados
- Os agrotóxicos, seus componentes e afins
- Mercadoria atentatória à moral, aos bons costumes, à saúde ou à ordem pública
- Substâncias entorpecentes ou drogas

Mas você tá brincando comigo que você vai passar as férias na Disney e vai voltar com algum desses itens, certo? Então só informo para você ter ciência, pois com certeza a única coisa mais próxima disso tudo que você vai trazer são orelhas de rato ;-)

E além das compras efetuadas do exterior, você ainda pode adquirir mais US$500,00 no duty free no Brasil (free shop), limitados às seguintes quantidades:

- 24 unidades de bebidas alcoólicas (máximo de 12 unidades por tipo de bebida)
- 20 maços de cigarros de fabricação estrangeira
- 25 unidades de charutos ou cigarrilhas
- 250g de fumo preparado para cachimbo
- 10 unidades de artigos de toucador (perfumes, maquiagem, cosméticos...)
- 3 unidades de relógios, máquinas, aparelhos, equipamentos, brinquedos, jogos ou instrumentos elétricos ou eletrônicos

Compras efetuadas em duty free nos EUA sofrem tributação como compra normal no exterior. Não são consideradas na cota "extra" mencionada acima.


DICAS IMPORTANTES:

1- Tire as etiquetas de absolutamente tudo. Não custa nada... Assim não se sabe se a roupa é usada ou não. Apesar de, na teoria, não ser item tributado, com etiqueta tá na cara que é novo!!! Deixe etiqueta somente nos presentes, o que nesse caso serão poucos itens.

2- Mesmo que você seja parado, normalmente sua mala será visualizada pelo raio X. Se você não tiver nada muito chamativo na mala, eles nem vão abrir. Portanto, suas roupas e cremes passam ilesos. ATENÇÃO: Eletrônicos aparecem no raio X, portanto não adianta misturá-los a roupas.

3- Tire as embalagens de tudo que puder. Além de ocupar menos espaço na mala, não caracteriza item novo.

4- Se comprou vários itens iguais, como por exemplo cremes e perfumes ou outros itens, divida entre todas as malas. Assim fica tudo mais espalhado e não chama atenção. 

5- Guarde as notas fiscais dos itens eletrônicos, pois você pode precisar delas no futuro para outra viagem, para provar que o item é novo. E até para efeito de garantia do produto. Nota fiscal de roupas e outras bobagens, jogue fora. Além de não servir de nada, caso sejam encontradas, mostra quanto você gastou de verdade.

6- Não adianta conseguir notas fiscais "frias" de eletrônicos. Os agentes da receita federal sabem exatamente quanto eles custam lá fora e vão te tributar pelo o que ele vale e não pela nota. Não vai ajudar muito...

7- Não coloque equipamentos eletrônicos na mala a ser despachada. Leve sempre na mala de mão. É perigoso, pois a mala pode ser roubada ou violada quando estiver fora da sua vista. Dê preferência para uma bolsa ou mochila pequena para os eletrônicos.

8- Máquina fotográfica e celular em uso significa fora da caixa sendo usada. Se você levou uma máquina e trouxe outra, por exemplo, tenha certeza de ficar uma com cada pessoa, senão eles podem tributar a de maior valor, o que provavelmente deve ser a nova.

9- Não esqueça de dividir direitinho os itens entre os membros da família. Não adianta nada trazer 12 litros de bebida você e 12 seu marido, se todas as 24 estiverem no mesmo carrinho. Se um é parado na alfândega e o outro não, pode ser tributado. O mesmo com os equipamentos eletrônicos. Se você passar com o seu notebook e ainda com o vídeo game do seu filho, sua cota é ultrapassada e pode gerar tributo. Divida direito para não precisar ficar dando explicações, que talvez não funcionem.

10- Está com marido (ou esposa) e filhos? Entrem todos juntos na fila. Eles costumam não parar famílias. Pessoas sozinhas costumam ser o foco. E se cismarem com a sua cara, vai ser sozinho ou com alguém.

11- Crianças possuem a mesma cota que um adulto. Portanto possuem direito aos mesmos US$500,00.

12- Se estiver com crianças pequenas que não conseguem empurrar carrinho e estiverem com itens no limite da cota, divida as malas entre os adultos e deixe a criança no meio da fila, entre você e o outro adulto (sua esposa, por exemplo). Se o oficial parar um dos dois, a criança deve entrar junto assim você justifica a cota; metade das compras são suas, metade do seu filho.

13- Antes de comprar um equipamento, pense se o preço dele vai realmente compensar se você for pego e pagar imposto e multa. Talvez seja melhor declarar de uma vez para não acabar ficando mais caro do que comprado no Brasil.

14- Se você não quiser pagar o imposto ou não tiver dinheiro na hora, seu item fica retido e você deverá buscar em outro momento.

15- Se sair já sair do Brasil com produtos importados, como Ipad, filmadora, GPS, etc leve a nota fiscal para comprovar que eles não foram adquiridos nessa viagem.


Eu acho que tudo o que você precisa saber está aqui, mas se ainda ficou alguma dúvida, me escreva.


Ufa... Essa parte é uma das mais estressantes da viagem inteira. Mas todos passamos...

Foi parado? Mas precisou pagar algo? Ai, que bom que não...

Pronto! Mais uma etapa concluída!!! Agora vá para sua casa curtir suas compras...



Veja também o post com perguntas e respostas sobre alfândega.



ATENÇÃO: Esse post não aceita comentários. Leia nosso post de Esclarecimentos sobre perguntas de alfândega para saber mais.  


386 comentários:
  1. Gente,
    Estou ADORANDO o blog, já li acho que quase 10 posts, pois apesar de estarmos com a grande maioria das coisas prontas, estamos na reta final do planejamento, e pegando dicas e mais dicas e aportei por aqui porque está tudo MUITO completo e explicadíssimo, além de bem engraçado.
    Parabéns pelo blog e já somos seguidores, (e fãs!)
    Abraços,
    Marcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcia,
      Que legal que está gostando! Fico contente que está ajudando (e divertindo) rs.
      Estou à disposição.
      Um abraço
      Andreza

      Excluir
  2. Andrezza, parabens pelo blog!
    Será que vc pode tirar uma dúvida?
    Pretendo comprar uma guitarra para meu filho,despacho como bagagem junto com as outras malas.Não sei o comprimento da guitarra só sei quie ela vem embalada em uma "case".
    Obrigada Marcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Márcia,
      Vou te falar a experiência que tenho trazendo um carrinho de bebê: despachei como uma bagagem, ou seja, "consumiu" um volume de mala.
      Creio que a guitarra deva ser menor que o carrinho, então entendo que não haverá problema nenhum. Vai ser considerado um volume.
      Só se certifique de embalar direitinho e colocar etiquetas de frágil, para que esse pacote não seja jogado de qualquer jeito.
      Espero te ajudado.
      Um abraço

      Excluir
  3. Andreza, eu pretendo levar uma câmera compacta comum pra tirar muitas fotos lá. Mas, pretendo trazer uma câmera semi-profissional, que, claro, vou usar muito lá. Eu vou viajar sozinha, então gostaria de saber se posso voltar com essas duas câmeras isentas de cota, afinal, só uma foi comprada lá. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anita,
      A sua câmera compacta é nacional? Se for, seria menos problema, pois não fica caracterizado que foi comprada lá.
      Na teoria a câmera mais barata é que eles isentam em caso de estar com duas.
      Se estiver trazendo só a câmera e nenhum outro eletrônico e ela custar menos de US$500,00 também não teria problema.
      Mas é difícil te dar certeza absoluta... Na dúvida traga a menor no meio da bagagem. Acho que não vão encrencar com uma máquina só. Porém, se tiver mais eletrônicos, aí pode ser problema.
      Beijo

      Excluir
  4. Parabéns!! Nossa, você esclarece dúvidas muitoo bem. Vou viajar com a minha amiga temos apenas 14 anos e não podemos alugar um carro. O que devemos fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Que legal que está gostando do blog.
      Você e sua amiga já marcaram a viagem? Pois menor de idade desacompanhado de adulto, normalmente não pode nem se hospedar, pois é necessário um adulto responsável.
      Vocês não irão de excursão?
      Abraço

      Excluir
  5. Oi Andreza. Estou pensando em trazer um iMac e um iPad para casa acha q isso pode ser um problema ( ao fato dos 500 dólares+ o tamanho do iMac que nao da para passar despercebido)
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bella,
      Como os dois produtos passam, e muito, do valor de US$500,00, talvez seja melhor você pagar o imposto, que é de 60% do valor do produto.
      Se tentar passar e for pega, além dos 60% de imposto, ainda vai pagar mais 40% de multa.
      O ideal é você fazer as contas e ver se o que compensa mais, para não correr o risco de ficar mais caro do que comprando no Brasil.
      Espero que ajude.
      Abraço

      Excluir
    2. Olá surgiu uma dúvida por essa sua resposta. A taxa a ser paga no valor excedido não é 50% ? Ou é 60% agora? Pois vou trazer um macbook no valor de $1.200,00 passa $700,00 da cota, então eu declarando pagaria $350,00 (se for 50%) correto? E outra pergunta O valor a ser pago no que exceder a cota é pago em real ou em dólar ? E se caso eu não tenha o $$ suficiente pra pagar na hora (mesmo declarando) eles guardam o produto por quanto tempo e se é seguro a maneira que eles guardam? Desde já obrigada, adorei as dicas.

      Excluir
    3. Elias,
      Me desculpe, escrevei errado, a taxa é de 50%, mesmo!
      Se não tiver dinheiro na hora, você deixa o produto lá e volta depois para fazer os devidos despachos.
      Creio que deva ser seguro, sim, pois eles com certeza te darão um documento mencionando qual o produto que você deixar lá, mas nunca precisei deixar nada, então não tenho maiores detalhes.
      Abraço

      Excluir
  6. Oi Andreza, está de parabéns pelo blog, viajo daqui 10 dias para Disney e estou muito ansiosa, enfim, vou levar uma camera GoPRO e pretendo comprar uma DSLR lá, devo levar a nota da que já vai comigo para me isentar de algum problema pois daí terei como justificar que não foi comprada lá, certo? E como faço quando passar pela alfandega, pois o valor da que comprarei passará dos 500 dólares... Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Que legal... Sua viagem está chegando. Vai ser demais!
      Você está indo sozinha? Pois cada pessoa pode entrar com uma câmera e elas são isentas, independente do valor.
      Se estiver com alguém, você passa pela alfândega com a nova e a outra pessoa com a antiga, para evitar algum tipo de problema em estar de posse das duas.
      Sobre a nota, você está correta. Deve levar a nota fiscal para comprovar que foi comprada aqui.
      Se estiver sozinha, podemos pesquisar se haveria problema.
      Qualquer coisa me escreve novamente.
      Beijo

      Excluir
  7. Oi estou adorando as dicas, mas eu queria que vc tirasse uma duvida minha... Eu estarei viajando agora dia 11 de janeiro e irei levar daqui meu rádio, e estou querendo comprar um iphone lá... será que vai ter algum problema por eu já estar levando o rádio? o iphone entrará na cota de 500 dólares?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Se você estiver acompanhada, para evitar qualquer tipo de problema, uma pessoa passa com o Iphone e a outra com o rádio.
      Se estiver sozinha, não vai ter outro jeito, você passa com os dois.
      Mas o Iphone deve estar em uso, ou seja, fora da caixa, etc. Nada de trazer embaladinho!
      Sobre a cota, ele não entraria na cota, pois você tem direito a um celular fora da cota de US500,00.
      Espero ter respondido
      Abraço

      Excluir
  8. Ben Hauster02 janeiro, 2013

    Olá, Andreza.
    O seu blog é simplesmente fantástico e estou feliz por tê-lo encontrado surfando na web. Todas as dicas vão ser de muita utilidade para a nossa viagem, mas eu tenho algumas dúvidas que na verdade são pedidos de "opiniões".

    É nossa primeira viagem internacional e estamos perdidos em questão de algumas coisas. Por exemplo: Vou levar um pen-drive e alguns cartões de memórias para colocar fotos familiares nos aparelhos eletrônicos comprados lá, como precaução se formos parados e eles verificarem se o produto foi comprado no Brasil ou nos Estados Unidos.

    Outra dúvida que tenho é meio fora do contexto deste post, mas acho que vale mesmo assim. Já decidimos os parques de Orlando que iremos, "Magic Kingdom", "Epcot", "Disney Hollywood Studios", "Universal Studios", "Universal: Islands Of Adventures" e SeaWorld. Mas temos dúvidas em questão do Busch Gardens, porque ficaremos 8 dias em Orlando e não sabemos se vai dar tempo de visitar este parque, que parece ser interessante.

    Mais uma vez parabéns pelo excelente blog e pela bela família que você tem. Desculpe-nos pelo post grande, hehe.
    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ben.
      Fico super contente que esteja gostando e que tenha encontrado dicas que estejam ajudando.
      Vamos às respostas:
      Sobre o cartão de memória, é possível fazer isso, mas não garante muito, tá. Se pretende trazer mais eletrônicos do que a cota permite, é uma opção, mas eles podem exigir a nota fiscal de compra no Brasil ou a declaração da pagamento de imposto da viagem anterior e você não vai ter. E eles podem fazer isso. É um risco que pode correr.
      Mas se estiver trazendo menos do que o valor da cota, nem precisa usar desses meios.
      Mas não tem jeito: é arriscar, mesmo e rezar :)
      Sobre a escolha dos parques, achei a lista ótima. E vou te contar um segredo: não dá para fazer tudo nunca. Sempre vai faltar algo. E dá sorte deixar coisas sem fazer, pois você acaba voltando :)
      No seu lugar, ou abriria mão do Busch Gardens ou trocaria pelo Sea World, senão acho que vai ficar muito corrido e vocês ainda precisam deixar um tempinho para compras.
      Mas podem deixar meio pendente e se decidirem ir, podem comprar na bilheteria do parque.
      Ajudei?
      Obrigada pelos comentários e qualquer coisa escreva.
      Abraço

      Excluir
    2. Ben Hauster02 janeiro, 2013

      Olá novamente, Andressa.
      Se você ajudou? Você está salvando minha viagem!
      Na verdade, vão ser 8 dias para Orlando e 3 dias para Miami (para as comprinhas) hehe. Dizem que o Sea World é tão bom, então dele já está certo apesar de ser meio caro.
      Muito obrigado mesmo, adorei o blog e estou passando o dia lendo ele. Vou mostrar para os amigos que estarão a viajar conosco e com certeza eles vão adorar.
      Abraço.

      Excluir
    3. Posso me meter?
      Já fechou passagens e estadia? Pois hoje em dia Orlando possui ótimas opções de compra, não sendo necessário se deslocar para Miami. Muitas pessoas que eu conheço até preferem fazer compras em Orlando. Eu mesma prefiro :)
      Talvez fosse uma opção, pois assim vocês ficariam mais dias em Orlando, comprariam por lá e ainda poderiam incluir o Busch Gardens.
      Se você olhar os posts de compras, vai ver que há inúmeras opções.
      Palpite total!!! :)
      Adorei saber que estou salvando sua viagem. Nunca salvei nada na vida! rs
      Um abraço

      Excluir
    4. Ben Hauster02 janeiro, 2013

      A estadia não, Andreza. Mas as passagens aéreas estão todas certas. eu sei que podemos cancelar, mas as passagens para Miami estão bem mais em conta, algumas com diferenças de quase mil reais! E como vamos em muuuuitas pessoas, essa diferença iria acentuar e ficar com 10 mil de diferença.
      Mas agradeço seu palpite, se as linhas aéreas fossem mais baratas para Orlando, eu decidiria ficar por lá mesmo.
      Boa Noite.

      Excluir
    5. Bem, de qualquer forma, se tiverem interesse, vocês podem usar Miami só para conexão, mesmo, pois realmente as passagens são mais baratas para lá do que para Orlando.
      Muita gente pega outro voo para Orlando ou pega um carro e dirige até lá. E na volta já pega o voo direto para o Brasil.
      Mas como te falei palpite, mesmo, tá... A ideia era sugerir uma opção para vocês.
      Mas como não vão fazer compras em Orlando, acho que dá para incluir o Busch Gardens. O que vc acha? Pensei no início que seria 8 dias para tudo. Mas se não é, acho que dá, sim.
      Abraço

      Excluir
  9. Olá, parabéns pelo blog, muito bom ((: Tenho uma dúvida, vou pra lá em julho com um grupo, eu queria trazer dois Iphones, se eu trouxer um em uso e um na caixa, teria problema? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Na regra você pode trazer um telefone em uso, sem consumir a cota. Se não for trazer mais nada de eletrônicos, você pode trazer o outro dentro da cota de US$500,00, se custar até esse valor. Então não haveria problema.
      Mas lembre-se que o celular deve esta fora da caixa e em uso para não ser considerado na cota.
      Espero ter respondido
      Abraço

      Excluir
  10. Olá Andreza.
    Pretendo comprar na viagem 2 iPods touch, o preço de cada é U$299. Eu compraria um para mim, e usaria na viagem, e outro para um familiar. Eu excederia a cota de U$500 ? Ou eu deveria abrir os dois ipods durante a viagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Na teoria está ultrapassando a cota. Se estiver com mais alguém, a outra pessoa passa com um e você com o outro.
      Se estiver sozinho, e tiver que passar com os dois, ou você declara a diferença, ou passa com os dois no bolso e torce para tudo dar certo :)
      Espero que ajude
      Abraço

      Excluir
  11. Olá Andreza! Muito obrigada pelas dicas do blog!
    Queria lhe perguntar, quanto a eletrônicos pretendo trazer apenas um iPhone que ultrapassa a cota dos 500 dólares, ele será considerado como em uso? Eles verificam também bagagem de mão? Não queria jogar fora a caixa que ele vem, com tudo! Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode guardar a caixa sem problemas. O que não pode é o telefone estar na caixa fechadinho, intacto... Aí não é em uso.
      Se você trouxer em uso, ele não entra na cota. E você pode manter a caixa.
      Sobre mala de mão, na teoria podem revistar sim, porém às vezes pedem a mala de mão, às vezes não. Então depende...
      Mas se esse for seu único item, e você seguir isso que te falei, não deverá ter problemas.
      Abraço

      Excluir
  12. Olá, Andreza!

    Gostaria de tirar uma dúvida! Eu volto dos EUA daqui a alguns dias, e farei escala em São Paulo, e depois irei para o Rio de Janeiro, terei que fazer alfândega em SP, pelo o que me informaram.

    Eu estou com uma grande dúvida, eu estou praticamente sem dinheiro comigo, e meu cartão de débito/crédito ficou em casa (no Rio). Se alguma coisa que eu comprei viagem for retida na alfândega, como farei? Não terei como pagar pelas minhas coisas, e como farei para retirar depois em SP?

    Outra dúvida, eu gostaria de levar uns biscoitos daqui dos EUA, é melhor eu levar na bagagem de mão ou despachar?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, João,
      A alfândega será feita em São Paulo, antes da sua conexão.
      O procedimento, caso você não tenha o valor para pagar o imposto, os itens ficarão retidos e você volta em outra oportunidade para pagar e retirar os itens.
      Você está trazendo muitos eletrônicos, que ultrapassam a cota de US$500,00?
      Sobre os biscoitos, não há restrição. Mas se puder despachar é melhor só para evitar que os oficiais nos EUA fiquem intrigados com tantos biscoitos na mala de mão.
      Boa sorte!
      Abraço

      Excluir
  13. Oi andreza! To adorando o blog, voce manda muito bem.. e suas dicas estão me ajudando muito, todo dia dou uma olhadinha aqui hahahaha
    Mas então, minha duvida, é que eu vou levar uma camera normal, da kodak.. e pretendo comprar uma semi profissional lá. Se eu colocar a minha pequena no meio da mala, terei problemas?
    e pretendo usar a que eu vou comprar.. por isso acho que nao tem como ir na cota. Como posso fazer?
    muito obrigada, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Isso sempre gera dúvida. Primeira coisa é, você está indo com mais alguém? Se sim, cada um pode voltar com uma câmera, o que é o mais recomendado.
      A sua câmera Kodak é nacional? Se for, não tem problema. Se for importada, eles podem cismar com isso.
      Mas se for bem antiga, não deve dar problema.
      Abraço

      Excluir
    2. Então.. não tem como eu fazer de cada um voltar com uma camera :/
      E ela deve ter 3 anos por ai.. e é nacional sim!
      Então não terei problemas? Meu medo é que eu coloque na bagagem e suma ela.. ou que eu leve na bagagem de mão e eles impliquem D:

      Excluir
    3. Quando eles te param na alfândega, mesmo as suas malas grandes serão vistoriadas. Primeiro num raio X e se necessário é aberta (casos extremos).
      Então não adianta esconder a câmera na mala. Nem é aconselhável, pois sua mala pode extraviar ou ser violada.
      Eletrônicos sempre na mala de mão.
      Sendo nacional, creio que não terá problemas; ainda mais sendo antiga.
      Se é pequena, coloca no bolso.
      Acho que será tranquilo.
      Espero que ajude.
      Abraço

      Excluir
  14. Boa noite Andreza tudo bem?seu blog possui informações muito úteis gostei bastante,porem tenho algumas dúvidas.
    Irei comprar uns itens a mais que irão ultrapassar a cota dos 500 dólares,quando faço a declaração desse itens que vão ultrapassar,no momento que apresento a nota deles terei também que mostrar os itens ou somente a nota do mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Você deve apresentar os produtos também. Vai ser conferido se o produto da nota "bate" com o produto físico.
      Sem produto, na teoria não houve compra.
      Abraço

      Excluir
  15. Muito obrigado Andreza,uma outra dúvida.No caso quando eu apresentar esses produtos junto com a nota os que estiverem lacrados tem que ser aberto pra eles olharem o conteúdo?ou eles só olham pela caixa mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente são abertos, sim. Até porque, até onde eu sei, o número de série é necessário para os documentos de importação do produto.
      Abraço

      Excluir
  16. Então Andreza é por que nesse caso o número de série do produto fica na própria caixa,no produto em sí não tem número de série nele,só na caixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, eu nunca tive essa situação de precisar declarar ou pagar a multa.
      O número de série está na caixa e no próprio produto. Entendo que eles abririam para conferir. E se você traz um produto na caixa de outro? Então, pensando por essa linha, creio que eles devam abrir.
      Você teria problemas em abrir as caixas?
      Se isso for muito relevante, sugiro entrar em contato com a Receita Federal. http://www.receita.fazenda.gov.br/
      Desculpe não poder dar certeza, mas é o que eu imagino.
      Abraço

      Excluir
  17. Andreza, parabens pelo blog e por esclarecer nossas dúvidas.
    Pretendo trazer eletronicos e roupas (minhas e presente) os eletronicos vao ultrapassar a cota e vou declarar, preciso declarar também as roupas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Artigos de uso pessoal, como roupas, não precisam ser declarados.
      Você precisará declarar os eletrônicos.
      Porém, tire as etiquetas das roupas, senão pode ficar caracterizado que é para revenda.
      Abraço

      Excluir
  18. Andreza, quantos dólares você acha que eu devo levar para passar 17 dias, sendo 5 em NYC e 12 em Orlando, querendo comprar um iphone e outras coisinhas? Qual é o melhor lugar para se fazer compras, NYC ou Orlando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você fez a mesma pergunta em outro tópico, mas vou deixar a resposta registrada aqui também:
      Essa questão de quantos dólares levar é muito pessoal, pois depende do orçamento de cada um. Programa-se para gastar pelo menos uns 50 dólares por dia com comida, água, etc. Depois disso some as compras que pretende fazer.
      Se levar mil, gasta mil; se levar dez mi, gasta dez mil. Então vai depender de quanto você pode gastar e do que pretende comprar.
      Abraço

      Excluir
    2. Ah! Esqueci de responder qual o melhor lugar para compras: eu acho Orlando melhor. É mais fácil se locomover em Orlando e o imposto é mais baixo: 6,5% em Orlando contra 8,5% em New York.
      Abraço

      Excluir
  19. Olá Andreza!
    Irei em Julho para a Disney e só irei comprar roupas e no máximo 2 tênis. Isso pode atrapalhar na alfândega? Tenho que comprar no máximo U$ 500,00 dólares mesmo sendo roupa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Roupas são consideradas itens de uso pessoal e normalmente não são tributadas, desde que seja para uso próprio. Se você trouxer na mala, por exemplo, 320 camisetas iguais, mas de tamanhos diferentes, fica caracterizado que é para revenda. Nesse caso pode ser tributado, sim.
      Tire a etiqueta das roupas que comprar e você não deverá ter problemas com isso.
      Abraço

      Excluir
  20. Olá Andreza! Parabéns pelo blog, estou adorando!
    Gostaria de tirar uma dúvida: eu só tenho que declarar o que passa da cota de US$ 500 ou, se eu declarar, tenho que declarar tudo, inclusive o que está dentro da cota? (no meu caso eletrônicos, vou em julho para o Canadá fazer intercâmbio).
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Você deve declarar o que ultrapassar a cota de US$500,00, mas pode ser que eles queiram ver tudo para verificar o valor que realmente está ultrapassando.
      Abraço

      Excluir
  21. Olá Andreza!
    Queria saber qual money card é melhor para levar pra Orlando?
    E qual é menos aceito nas lojas?
    Qual companhia aérea você indica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Sobre o money card, os de bandeira Visa e Mastercard são bem aceitos e você não terá problemas.
      Sobre companhia aérea, eu gosto muito da TAM, pois é a única que faz voo direto para Orlando, o que prefiro. Mas existem diversas companhias que vão para lá: American, Copa, Continental, etc. Mas nada de especial em nenhuma delas.
      Abraço

      Excluir
  22. Olá andreza, eu queria trazer uma batedeira e um ipad, será que tenho que declarar a batedeira tb?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Depende do valor dessa batedeira. Se for algo sofisticado e caro, precisa sim. Caso contrário, eles nem dão bola para essas coisas.
      Abraço

      Excluir
  23. Oi Andreza,eu estou com uma duvida e gostaria de tira-la contigo,pois bem eu vou trazer de NY um notebook no valor de 1000 dólares,alem de vários colecionáveis que ultrapassam e muito a cota,e todos os colecionáveis na caixa,então se eu declarar o notebook,eu irei pro RX e eles irão revirar a mala inteira a procura de outros produtos,ou é melhor nem declarar e contar com a sorte(a alfandega será em guarulhos)?muito obrigao!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Depende dos seus "colecionáveis"... Se for coisa de valor, pode dar problema.
      Mas não saberia te dizer se eles vão inspecionar sua mala se você declarar seu notebook. Realmente não tenho essa informação.
      Entendo (mas isso é a minha visão), que se você já está se propondo a declarar, eles não deveriam inspecionar. Mas não tenho certeza.
      Me desculpe não poder ajudar mais.
      Abraço

      Excluir
  24. Olá, olha o blog é ótimo viu e este post me ajudou muito, mas ainda tenho uma dúvida, será que pode me ajudar?
    Vou em breve para exterior e vou comprar maquiagem e coisas assim, não muitas coisas mas tb não tao poucas fico preocupada com as taxas. Então gostaria de saber se costumam encrencar com isso. Oq fazer pra passar mais tranquila?
    E quero comprar dois perfumes de 100ml cada, posso trazer os dois fechados na bagagem de mão?
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Fique tranquila! Maquiagem e essas coisas não são problemas.
      Eles ficam de olho em eletrônicos ou coisas repetidas em grandes quantidades, que caracteriza revenda.
      As coisas que pretende trazer são considerados de uso pessoal, e não entram na cota.
      Abraço

      Excluir
    2. Obrigada!

      Excluir
  25. Oi Andreza,parabéns pelo blog,poderia tirar uma duvida minha,eu vou chegar de volta ao brasil no dia 20 de março(quarta ou quinta)a noite,neste periodo do ano em geral nocomo fica a movimentação em guarulhos mais ou menos,se for muito especifica a data, no geral do ano todo a alfandega de guarulhos é muito cheia e desorganizada ou irei viajar numa data pouco movimentada,logo fiscais mais atentos,e especialmente de noite,as 8h as "corujas" estão mais alertas ou "dormindo"kkk grato!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso realmente não dá para saber, pois depende da quantidade de outros voos internacionais que estarão chegando no mesmo horário de todas as partes do mundo.
      Às vezes chegam 3, 4, 5 voos ao mesmo tempo e aquilo vira uma loucura e às vezes, naquele momento, só tem 1 ou 2 voos.
      Claro, que pela lógica, deve estar "menos cheia", por ser dia da semana e fora da época de férias.
      Mas aquilo anda tão muvucado que acho difícil estar vazio! :)
      Um abraço

      Excluir
  26. Se minhas compras mesmo com eletronicos não passar do valor da cota, devo declarar os eletronicos? ou não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jakson,
      Se os eletrônicos não ultrapassarem a cota, você não tem que declarar nada.
      Abraço

      Excluir
  27. Ooie eu vou em julho por uma excursão com umas 300 pessoas só que divididos em grupos... pretendo fazer umas boas comprinhas e comprar um iPod também... aonde eu gtrago o iPod? tenho que preencher algum formulario pra poder passar com ele na volta? caso compre algum outro eletronico corro risco de ficar sem ou pagar multa alta? o que eu faço? tenho 15 anos... Obrigada amo o seu blog! ta me ajudando bastante :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leidi
      Você só poderá ter problemas se o total de eletrônicos que você comprar der mais do que US$500,00. Caso contrário não precisa preencher nada.
      De qualquer forma, o guia sempre tem informações para te ajudar. Então se for só isso que for comprar de eletrônico, pode ficar tranquila.
      Beijo e obrigada pelo seu comentário.

      Excluir
    2. Ah sim.. obrigadaa :D mas se eu comprar o eletronico abaixo de Us$500,00 posso trazer o celular tb neh? Obrigada viu beijos...

      Excluir
    3. Leidi,
      Sim, pode trazer o telefone, pois um telefone celular em uso, fora da caixa, não entra na cota.
      Abraço

      Excluir
  28. Oi Andreza parabéns pelo blog, então eu acho que vou para a disney em julho desse ano, vou com uma prima e os filhos dela e eu queria trazer 2 iPhones de la, se eu tirar os 2 da caixinha eu corro o risco de dar algum problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Herisson,
      Na teoria você pode trazer somente um telefone fora da cota. Com dois telefones, você tem algumas alternativas:
      - Um deles passar na cota da sua prima ou filhos
      - Tentar a sorte
      - Declarar, caso ultrapasse da cota.
      Se não ultrapassar da cota e for seu único eletrônico, nesse caso você não deverá ter problemas.
      Abraço

      Excluir
    2. Obrigado Andreza e parabéns pelo blog

      Excluir
  29. Andreza ... help me pless.... Estou voltando de Los Angeles sozinho com duas malas cheias de roupas e um video game de 350 dolares que entra na cota. Além disso estou trazendo alguns tenis , sapatos, perfumes e chocolates ...eles não são repetidos e já tirei a etiqueta de todos. Enfim .... estou sentindo que eles vão me parar já que vou estar sozinho com duas malas enormes. E estou desesperado porque vejo vários relatos de pessoas que tiveram roupas retidas.

    O que fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Eu acho que você não tem motivo para ser tributado. Normalmente as roupas tributadas são de pessoas que trazem para revender, que pelo jeito não é o seu caso.
      Nesses casos, nunca soube de ninguém que foi tributado com roupas para si mesmo.
      Boa sorte!
      Abraço

      Excluir
  30. Andreza ... estou desesperado com vários relatos por aqui. As minhas compras em roupas ultrapassam 500 dolares . Todas elas são diferentes, não há nada repetido mas eu comprei 5 pares de tenis , muitas camisas diferentes e dois sapatos , fora as lembrancinhas e perfumes . Estou voltando para o Brasil com duas malas cheias de roupas para uso pessoal. O que fazer para eles nao me tributarem? Ouvi relatos de que eles estão tributando roupas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você é a mesma pessoa da pergunta acima. Como não tem seu nome, não consegui identificar. Mas de qualquer forma a resposta acima cabe na sua pergunta.
      Abraço

      Excluir
  31. Ola

    Andreza parabens seu blog é sensacional !!!

    Irei para Orlando agora em Março com minha esposa, meu filho de 3 anos e minha sobrina de 14 anos.

    Tenho alguma duvidas em relação as compras, você pode me dar uma ajuda?

    Pretendo comprar muitas roupas para mim, por volta de 3000 dólares, irei tirar a etiqueta de tudo será que posso ter algum problema na alfandega devido ao grande numero de itens ???

    Irei comprar tres relogios ,por volta de 350 dolares cada um, vou voltar com um deles no pulso e os outros dois coloco na bagagem de mão ou despacho nas malas ??? Posso ser pego pelos fiscais e pagar algum imposto ???

    Também pretendo comprar cinco pares de tenis e cinco óculos de sol, geralmente na alfandega os fiscais implicam com algum desses itens ???

    Grande abraço Andreza !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo,
      De tudo o que você falou aí, as únicas coisas que me chamam a atenção, são os 3 relógios, pois na teoria você só poderia trazer um fora da cota.
      Mas como vocês estão em 4 pessoas, creio que você possa dividir entre as malas de todos, para não ficar tudo com uma pessoa só.
      Porém, não deixe esses relógios em malas a serem despachadas; leve-os na mala de mão.
      Sobre as roupas, se você estiver trazendo tudo para você, sem ser nada que caracterize revenda, não vejo problema.
      Abraço e boa viagem!

      Excluir
  32. Olá parabéns por esse excelente conteúdo. Viajarei em maio e muito já descobri por aqui. No entanto tenho um problema, para o qual já vi parte da resposta, mas ainda não sei o que fazer. Vou viajar com minha filha de 5 anos e tenho que levar o iPad. No entanto não tenho a NF. Ė um iPad 1(o primeiro). Seta a eles vão encrencar??? O que faço? Soube q não existe mais a opção de declarar na saída. Abs. Bethânia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bethânia,
      Eu ACHO que não tem problema, até porque o ipad I nem tá sendo mais vendido.
      Se você não trouxer muitos eletrônicos, aí é que não tem problema, mesmo.
      Abraço e obrigada pelo comentário

      Excluir
  33. Olá, Andreza, primeiramente parabéns por todas as dicas, elas são incriveis e ajudam demais .... Vou em maio pra Disney com meu filho pequeno (1 ano e 11 meses) e com algumas outras pessoas da família (tios, primos, etc), a minha dúvida é a seguinte: eu terei direito a cota de 500 dólares e o meu pequeno tb tem direito a cota de 500 dólares?
    Desde já agradeço e obrigada novamente pelas dicas.
    Abraços, Gislene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gislene,
      Obrigada pelo comentário.
      Sim, você e seu filho terão direito à cota de US$500,00 na alfândega.
      Abraço

      Excluir
  34. Andreza,
    Sei que pareço ''burra'' mas eu gostaria de lhe perguntar:
    Se minhas compras (Presentes, roupas, brinquedos, eletrônicos) passarem dos 500 dólares, o que eu faço?
    Obs: Irão eu, meu marido e dois filhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      O grande foco dos fiscais são os eletrônicos. Se os mesmos ultrapassarem os US$500,00 você pode ter problema. Caso contrário, não creio há motivo de preocupação.
      De qualquer forma, cada um de você tem uma cota de US$500,00.
      Abraço

      Excluir
  35. Olá Andreza,
    Vou ficar 12 dias em Orlando, e pretendo comprar muitos presentinhos, bugigangas e também muitas roupas e alguns eletrônicos. Mas minha dúvida é: Com esses presentinhos e eletrônicos, com certeza irei passar da minha cota de US$500,00. E então, eu não sou muito rica, e estou com medo de a taxa de imposto sair muito alta. O que eu faço?
    Beijos,
    Catarina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catarina,
      Roupas e presentinhos não costumam dar problema.
      A questão da cota é mais voltada para eletrônicos, já que itens de uso pessoal são isentos da cota.
      Se os eletrônicos ultrapassarem a cota, aí você pode ter problemas.
      Abraço

      Excluir
  36. Oi Andreza, eu amei o post! Mas tenho mais uma dúvida.. Eu já tenho um iPhone, e eu pretendo comprar outro lá, e com certeza vou voltar com os dois. Mas o que eu vou comprar lá já vai estar em uso, pra eu tirar fotos e tal. Mesmo eu levando a nota fiscal do iPhone que eu já tinha levado, o outro entra na cota dos 500 dólares? Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma questão polêmica...
      Primeiramente, além desse novo iphone você vai trazer mais eletrônicos, se não for, não há problema, pois o segundo telefone entra na cota e pronto!
      Se for trazer, aí depende mais do critério utilizado pelo agente. Porque na teoria você tem direito a um telefone em uso e só. Portanto, como entrará com dois, na teoria o segundo é compra, já que não é um item "necessário", pois você já tinha um telefone. Me entende?
      Mas se for o único eletrônicos, não há com que se preocupar.
      Abraço

      Excluir
  37. Oi,Andreza! Vou voltar amanhã para o Brasil depois de 45 dias aqui nos EUA fazendo um curso. Vou voltar por Brasília. Não comprei nada de eletrônico aqui. Porém, comprei cinco bolsas da tommy de modelos diferentes, uma da calvin klein e muitas roupas para o meu marido que estavam em promoção. Devo tirar a etiqueta de todas elas? Levo a nota fiscal para, caso seja parada, possa comprovar o preço que paguei nelas? Sei que essas coisas são itens pessoais, mas me preocupa a quantidade. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcela,
      Você deve tirar a etiqueta de tudo. Eu não vejo muita razão para preocupação, pois essas coisas normalmente só são multadas quando em grande quantidades, onde fica nítido que é para revender, que não me parece o seu caso.
      Acho que o que você mencionou não é problema.
      Abraço e bom retorno

      Excluir
  38. Oi Andreza tudo bm? Parabéns pelo blog!
    Estou planejando uma viagem ao Estados Unidos para o ano que vem e pretendo comprar uma guitarra, porém gostaria de saber como seria a tributação sobre a mesma. Épossivel traze-la como bagagem de mão? Pois tenho medo que a danifiquem no transporte.
    Um abraço! E nobamente parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiago,
      Obrigada pelo comentário.
      A guitarra é considerada um item fora da cota, portanto se ultrapassar US$500,00 você paga imposto sobre a diferença.
      A guitarra deverá ser despacha, mas ela virá com um selo de frágil e tem um tratamento diferenciado no avião.
      Espero que ajude
      Abraço

      Excluir
  39. Olá Andreza, gostaria de trazer de Orlando um Iphone 5 e um ipad mini. O pessoal da alfândega revista os bolsos? e seu eu trazer o ipad mini nas mãos como uso pessoal eles pegam no pé? Obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo,
      Esses itens não entram na cota do objetos de uso pessoal, então eles podem tributar sim.
      O telefone você tem direito a um. O Ipad mini entraria na sua cota de eletrônicos e eles podem ou não tributar.
      Não costumam revistar bolsos.
      Abraço

      Excluir
  40. Olá Andreza, estou programando uma viagem e pretendo voltar fazendo conexão em algum país da America Central ou Latina para diminuir as chances de ser pego na alfandega, acredita que é uma boa ideia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo,
      Pode ser uma estratégia, mas os agentes já estão atentos a essas manobras. Acho que não seria 100% garantido.
      Abraço

      Excluir
  41. Oi Andreza,
    Vc sabe como funciona p/ quem ficou 1 ano nos EUA? Tem alguma isenção?
    Vou levar 2 notebooks (1 MacAir e um HP velho made in Brazil) e dois celulares (Iphone e um LG velho made in Brazil). Nesse caso o que seria taxado seria somente o MacAir?

    Outra coisa, uns 10 pares de tenis passaria de boa?

    Obrigado!!
    Danilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Danilo,
      Os itens nacionais você não terá problema nenhum.
      Acho que realmente o MacAir que pode ser problema.
      Sobre os tênis, na teoria não pode, mas não acho que eles iriam implicar com isso.
      Abraço

      Excluir
  42. Jessica Karolyne28 fevereiro, 2013

    Andreza, eu estou na Europa e voltarei para o Brasil semana que vem!
    Eu trouxe do Brasil uma camera e um netbook!
    Estarei voltando com mais uma camera e uma filmadora da GoPro
    O valor desses itens é em euros! como faço a conta pra saber se minha cota de 500 dolares ultrapassou?
    Queria despachar uma das cameras na bagagem... Será que tem problema?
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica, primeiro que não despacharia eletrônico. Sempre tem uns casos de furto. É melhor levar na mala de mão.
      Em média 1 euro está em R$2,80 e 1 dólar está por volta de R$2,00. Então precisa fazer as contas.
      Se esses equipamentos que levou do Brasil não forem nacionais, pode ter problemas na alfândega.
      Abraço

      Excluir
  43. Bom dia Andreza, Vou para Orlando na próxima semana... Vou levar meu iPad que comprei em maio/2012 em NY, o problema é que não achei a nota fiscal :-( revirei a casa toda e nada... Li que vc aconselha a levar nota pra comprovar que eu já sai do Brasil com ele. Vc sabe se tem como eu conseguir uma segunda via da nota fiscal, seja pela internet ou se eu for em alguma loja da Apple lá em Orlando?

    Obrigada :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sheila,
      Segunda via da NF acho impossível, pois quando compramos equipamentos no exterior, não passamos nenhum tipo de documento para registro, então não terá como localizar.
      Pelo que entendi, esse equipamento não foi tributado na viagem anterior, certo? Você passou com ele sem pagar imposto, correto?
      Então, na teoria, você precisaria do comprovante de pagamento do imposto, já que custa mais de US$500,00. Simplesmente dizer que foi comprado na viagem anterior, tudo na teoria, não vale. Porém, vai depender do agente que você pegar. Ele pode nem ligar se perceber que é um equipamento usado.
      Mas vejo que você tem basicamente duas saídas: arriscar ou deixar o ipad no Brasil, infelizmente.
      Abraço

      Excluir
  44. Oi Andreza, muito obrigada por responder... Qd compramos o iPad, arriscamos a sorte...kkk! Nao declaramos e passamos na boa, alias chegamos no aeroporto tarde da noite e o funcionário da receita nem olhou na nossa cara e tão pouco pegou o papel de "algo a declarar", vou arriscar mais uma vez e vou levar o iPad nessa viagem.. :-) bjs

    ResponderExcluir
  45. Muito legal Andreza, percebe-se que o bom senso que prevalece. Obrigado

    ResponderExcluir
  46. Andreza, estou indo para NY hoje e saí buscando todas as informações sobre a alfândega, pois vou me casar em Abril e vou comprar muitas coisas lá como itens pra casa, utensílios para cozinha, etc.
    Agradeço demais o post. Foi bem esclarecedor e tirou várias dúvidas! Continue com este excelente trabalho ajudando pessoas desesperadas como eu! hahaha :D
    Abs,

    ResponderExcluir
  47. Bom Dia,
    Vou viajar com minha filha para Disny em julho, temos iphone e gostaria de levar para nos comnicar mas não tenho nota e gostaria de comprar uma maquina fotografica e um ipad como acha que devo proceder,
    Obrigada
    Claudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não vai comprar telefones lá, não tem problema nenhum levar os seus daqui mesmo.
      Máquina fotográfica, como mencionado, não entra na cota, e você pode comprar normalmente.
      Somente o ipad entraria na cota e normalmente passa do valor permitido. Você tem duas alternativas: declarar o aparelho ou tentar a sorte.
      Abraço

      Excluir
  48. Olá Andreza! Vou para a disney em julho e queria te pedir ajuda. Eu estava pensando em trazer um iphone, um macbook e um beats! Eu tenho muito medo de ser parado pois são produtos de alto valor e tinha pensado no seguinte: comprar uma capinha com a bandeira do brasil pra por no iphone porque meus amigos disseram que não encontra coisas com a bandeira do brasil por lá e levar um pendrive com fotos diversas para por no macbook para dar impressão de que ja estava em uso a muito tempo. Você acha uma boa idéia?

    Espero resposta! Abraço (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Murilo,
      É uma alternativa, mas não garante muita coisa.
      O iphone não entra na cota, portanto não há com que se preocupar com ele.
      Mas os demais, se parado, mesmo com a estratégia dos fotos, pode dar problema. Mas é melhor que nada.
      Abraço

      Excluir
  49. Oii Andreza, minha querida estou indo para Miami e queria muito saber como está a alfândega sobre trazer carrinho de bebe e cadeirinha bebe-conforto?? Estou querendo comprar o quinny e vi que ele e a cadeirinha dá 770 dolares, aí tenho medo de ter que pagar....o que vc acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nayana,
      Eu mesma trouxe carrinho e cadeirinha de lá, porém não eram de valores tão altos. Não sei te dizer se os agentes estão rigorosos ou não em relação a esse tipo de item. Me desculpe.
      Abraço

      Excluir
  50. Olá Andreza!!!
    Eu irei zerada de eletrônicos.
    Vou comprar lá: Iphone, Câmera Semi-Profissional e um Tablet.
    Vou colocar apenas o Tablet dentro da cota, até porque o Iphone e a Câmera usarei por lá.
    O problema é que: Comprarei diferentes lentes para a câmera, será que entra dentro do pacote câmera?
    Valeu pelas dicas Andreza, seu blog salva vidas menina! haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Priscila,
      Na teoria a isenção é para a câmera.
      Dependendo da quantidade, tamanho e valor, creio que não será problema.
      Mas se forem itens muito caros, aí sim eles podem tributar.
      Abraço

      Excluir
  51. Olá Andreza, queria saber uma coisa!
    Se eu trouxer um notebook a mais de 500 dólares e declarar apenas ele corre risco deles implicarem com outras coisas? não vou trazer mais nenhum eletronico a não ser esse! o celular e a maquina são de uso pessoal ne?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol,
      Celular e câmera não entram na cota.
      Se você tiver outras coisas na mala, além do ipad, que ultrapassem a cota, podem sim implicar com essas outras coisas.
      Abraço

      Excluir
  52. Ola Andreza primeiramente agradecer pelas dicas que estão no BLOG, e gostaria claro de tirar uma duvida se puder me responder ficaria muito Grato.

    Então, Me chamo Weslley moro no Brasil (Brasilia capital) e estou vivendo atualmente em Lima,Peru e sou um digamos...OAKLEYMANÍACO.
    Gosto demasiadamente dos produtos da marca Oakley na qual faço coleção de todos o itens porem alguns itens como "óculos & Tênis"são de maior interesse.
    Infelizmente no Brasil é muito se não quase impossível encontrar alguns modelos na qual consegui encontrar fora do Brasil.Comprei uma certa quantia de óculos, precisamente 8 Modelos todos verdadeiras relíquias [risos], e não faço a minima ideia do que poderia ocorrer levando-os comigo para o Brasil.

    O valor estimado em Real desses óculos é de 22.000R$ (vinte e dois mil) Reais, EM TORNO DE 12.000 dólares.

    Detalhe que: Se fosse possível encontrar esses modelos no brasil, certamente sairiam cada um pelo dobro do preço infelizmente.

    Então cara colega, me diga o que fazer o que não fazer e possíveis estratégias diante do "fantasma" chamado Alfândega?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wesley,
      Você está retornando para o Brasil, é isso? Não vai mais morar no Peru?
      Se sim, a regra para pessoas que estão de mudança é diferente. Mas não creio que esses itens possam dar problema, mas aconselho consultar o site da receita para se certificar a regra para pessoas em mudança.
      Abraço

      Excluir
  53. Oi Andreza, Sou o Victor e estou querendo ir pra Disney em 2014, será se você pode me ajudar com algumas dúvidas ?
    Por exemplo, se eu trouxer um Macbook pro (US$ 1.699) e um iMac(US$ 1.800), eles vão cobrar a taxa no valor dos dois produtos juntos(1.699 + 1.800 = US$3.499) ou eles vão cobrar a taxa de cada produto ?
    Porque tipo, se eles cobrarem o valor de cada produto, vou pagar US$650,00 (iMac) e US$599,50 (Macbook).
    Agora se eles cobrarem no valor total somando o valor dos dois produtos eu vou ter que pagar U$1.499,50.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victor,
      Você vai pagar o imposto do que exceder os US$500,00. O que exceder esse valor, é somado e cobrado o imposto de 50% sobre o valor.
      Juntos ou separados, o valor pago será o mesmo.
      Abraço

      Excluir
  54. Andreza, uma ajuda:
    se eu trouxer 3 Iphones, 1 entraria como meu, nao entra na cota, ok.
    se os outros dois eu trouxer fora da caixa, a caixa dentro da mala a ser despachada ou de mao, mas os aparelhos estiverem comigo, nos bolsos, por exemplo, da uma aliviada no risco?
    Eles costumam revistar a pessoa?
    Voce ja ouviu falar alguma coisa se a Alfandega do Rio ou Sao Paulo, se alguma eh pior pra ser parada?
    Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mel,
      É uma forma de tentar passar. Mas se for parada e eles tiverem desconfiança de alguma coisa, podem pedir para verificar seus bolsos.
      Não sei se tem diferença entre Rio e São Paulo. Entendo ser praticamente a mesma coisa.
      Abraço

      Excluir
  55. Andreza
    Vou viajar com meus filhos de 2 e 5 anos. Eles nao tem identidade e nem cpf, então tenho duvida se devo tirar notas no nome deles mesmo so com o número do passaporte, ou tiro no meu nome e do meu esposo????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está falando da Nota fiscal nas lojas? Lá nos EUA normalmente vai sair uma nota no caixa, sem nome, nem nada.
      De qualquer forma, no caso de estrangeiros o número utilizado é sempre passaporte.
      Abraço

      Excluir
  56. Andreza, tinha um monte de perguntas, mais só de olhar as perguntas dos viajantes já fui respondida. Só viajo em outubro,e estou super ansiosa e seu blog tá me ajudando a contar os dias com várias informaçãoes. Deus te abençõe!!! Juliamalfa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  57. Olá Andreza!

    Estou com uma dúvida, estou grávida e estou indo para comprar roupas e brinquedos para o bebê, para a minha filhinha de 2 anos, roupas para o meu marido e para mim. Carrinho, babá eletrônica e outros artigos de bebê já tenho da minha primeira filha. Acha que podem cobrar imposto das coisas que não são minhas?

    Abraço e parabéns pelo site!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,
      Pelo que estou entendendo você está indo sozinha, é isso? Seu marido e sua filha não irão junto?
      Bem, tudo vai depender na quantidade de coisas. Como você vai trazer carrinho, por exemplo, vai passar na alfândega com muitos volumes e isso pode chamar muita atenção.
      Na teoria eles podem, sim, mas se não for nada muito exagerado, não deve dar problema. Se for, corre o risco.
      Abraço e felicidades para você e o bebê :)

      Excluir
    2. Olá Andreza!

      Estou indo sozinha, já tenho carrinho, bebê conforto, etc. Basicamente estou indo para comprar roupas para todos nós, acha que pode dar problema pelo volume de roupas?

      Outra coisa, também sou louca por scrap, vi que vc trouxe uma cricut, conseguiu trazer na mala de mão mesmo?

      Abraço!

      Excluir
    3. Ana,
      Tudo vai depender da quantidade de malas no seu carrinho. Se estiver com muita coisa, eles podem te parar. E aí podem cismar.
      Mas nada é certeza!
      Tudo vai depender do dia, do agente, de sorte... Infelizmente não posso te garantir nem que sim, nem que não.
      Se fosse só roupa, acharia difícil, mas com carrinho e tudo mais, pode chamar a atenção.
      Quando trouxe a Cricut, eu despachei, mesmo. É um pouco grande e pesada para trazer na mão.
      Abraço

      Excluir
    4. Muito obrigada pelas dicas Andreza!!

      Vc está de parabéns pelo blog, é muito completo!!

      Abraço!

      Excluir
  58. Muito bom o blog. Tenho uma dúvida. Comprei 2 máquinas digitais e um HD externo, mas tive que comprar acessórios como casing e cartão de memória e deu 590 dólares.esses acessórios tb entram na cota? É possível declarar e eles verificarem que não devo pagar nada? Posso dizer que uma das máquinas é de uso pessoal pq tá fora da caixa?ou por ser comprado nos EUA não é pessoal?minha dúvida é que estes itens estão tudo na mesma nota. Eles vão ver que comprei as 2 máquinas. Tb pensei em não declarar e se pararem, dizer que os acessórios que fizeram passar da cota e uma das máquinas é pessoal, mas se verem na nota a outra máquina e verem que comprei a pessoal lá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eric,
      Se você não estava com outra câmera, com certeza uma delas fica fora da cota e você não atinge os US$500,00. Se tiver uma terceira câmera, aí não pode considerar uma das novas como a câmera em uso.
      Mas acho muito difícil eles implicarem com US$90,00 de casing e cartão de memória. A diferença é muito pequena.
      Acho que não há motivo para se preocupar.
      Abraço e bom retorno

      Excluir
  59. Boa tarde, Andreza.

    Obrigado pelo blog. Muito informativo

    Por favor: pode me dizer quanto custa pérola mais barata com certificado? Porque aqui no Brasil é tão caro. E isso não entra em cota, correto?

    Desde já, obrigado. Jasmin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jasmin,
      Não tenho nenhuma experiência com esse tipo de item. Me desculpe!
      Com certeza é mais barato, mas não sei dizer valor.
      Jóias não são isentas e entram na cota de US$500,00.
      Abraço e obrigada

      Excluir
  60. Andreza, boa tarde.
    Vou viajar para Orlando com dois sobrinhos e minha filha. Eles vão comprar uma câmera e eu uma, vamos usar por lá, entra na cota? Eu poderia trazer um Xbox e um relógio na bagagem de minha filha e um na bagagem de meu sobrinho? O restante da bagagem deles será praticamente toda em roupas para eles.Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Cada pessoa tem direito a uma câmera em uso, portanto não entram na cota.
      Cada pessoa também tem direito a uma cota de US$500,00, então você pode distribuir as compras entre vocês a ponto de que cada pessoa não ultrapasse esse valor.
      Ah! Traga os eletrônicos na mala de mão, por segurança, ok. Existem muitos casos de furto de bagagens.
      Abraço

      Excluir
  61. Andreza, tudo bem ?
    A partir de que idade as crianças passam a ter direito a cotas? A cota de US$ 500 acredito que valha sempre, mas e as isenções para câmeras e celulares? Vou poder trazer um iPhone e alegar que é do meu filho de 4 anos e ser isento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célio,
      Crianças de qualquer idade possuem direito à cota.
      Sim, pode! O que crianças não podem trazer são itens como bebidas e cigarros.
      Abraço

      Excluir
  62. Andreza comprando um ipad em Orlando com tecnologia Brasileira poderei usa-lo lá para entrar no Facebook por exemplo? Ou ele só funcionará aqui no Brasil? Obrigada! Mara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mara,
      Se usar wi-fi, ele funcionará normalmente. Se quiser usar 3G, precisará comprar chip local.
      Abraço

      Excluir
  63. Oi Andreza, muito legal seu blog, gostaria de saber se por acaso tem algum horário ou aeroporto que é mais frequente ser parado na alfandega? abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que sei, são todos muito semelhantes. Não sei se tem vantagem entre um ou outro. É sorte!
      Abraço

      Excluir
  64. A GoPro Hero (http://static3.businessinsider.com/image/50d71db76bb3f7757d00001b-1300-1000/gopro-attachment-01.jpg) conta como uma câmera ou filmadora? Porque o que entra na cota é câmera, não é? Tem algum problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ela for uma câmera que filma, não tem problema, pois não é especificado o modelo nem valor de câmeras para isenção.
      Mas se for uma filmadora que tira foto, aí pode ser que dê problema.
      Abraço

      Excluir
  65. Carolina Luise Zluhan26 março, 2013

    Olá, vou pra Orlando em Julho, conversando com a moça da agência de viagens, ela falou que se eu trouxer um iPad (U$ 499) e não trouxer mais eletrônicos não tem muito problema pois eles não barram muitos adolescentes em grupo (meu caso).
    Tenho interesse em trazer o iPad, dois fones de ouvido da Apple (um vai voltar no iPad, e outro no meu celular pra disfarçar), roupas, maquiagens e perfumes (sem exageros e tudo fora de embalagem e sem etiquetas). E claro, lembrancinhas para amigos e família. Você acha que tem algum problema?
    Aliás... seu blog é ótimo! Li uns 15 posts em um dia haha, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carolina.
      Realmente adolescentes sozinhos não são o foco. Pelos itens que você falou, não vejo problema nenhum, pois não fogem muito da cota.
      Obrigada por acompanhar o blog!
      Abraço e bons preparativos.

      Excluir
  66. se você puder me ajudar, serei muuuito agradecida hahaha
    então, em setembro do ano passado fui pros EUA, onde na policia federal nos pararam, reteram nossa bagagem e tivemos que pagar para liberar, até aí tudo bem. Em junho vou fazer outra viagem, e gostaria de saber se nosso nome vai constar na polícia federal, e que possam parar a gente de volta por causa do ocorrido em Setembro, ou nada haver isso? Obrigada desde já!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nenhuma relação. Até porque o agente escolhe quem deve parar ou não pela "cara" ou pela quantidade, tamanho ou tipo de bagagem. Ele nem tem seu nome nesse momento.
      Abraço

      Excluir
  67. oi, Andreza vou viajas para orlando agora em julho quero trazer 2 iphone e gostaria de saber se eu colocasse um na mala e outro na bolsa de mão juntos com uma câmera e um ipad se haveria problemas ?
    Adorei seu blog o achei excelente . brigado desde já !!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não importa se está na mala de mão ou mala despacha, normalmente, se você é parado, todas as malas passarão pelo raio X.
      E você não deve despachar eletrônicos na mala, pois existem vários casos de violação de bagagem e furto de produtos.
      Abraço e obrigada

      Excluir
  68. Andreza minha viagem está chegando, 3 de abril, vamos sair de Belo Horizonte. Gostaria de saber o seguinte: ultrapassando minha cota de 500 dolares e declarando tenho que pagar é no aeroporto de BH? Dentro da alfândega tem banco ou pago para os fiscais? E o mais importante pago em dolar ou reais? Em especie ou posso pagar com cartão de crédito? Desde já quero te agradecer pela paciência e dedicação em responder todas perguntas. Você é uma pessoa muito especial que Deus te ilumine. Seu blog é excelente. PARABÉNS!!!!! Abraços Mara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mara
      Você paga no aeroporto onde fará a alfândega, ou seja, onde chega seu vôo dos EUA. Se o vôo desembarcar em São Paulo, você fará em São Paulo, por exemplo.
      Se tiver algo a pagar, você pagará numa agência dentro do aeroporto através de um formulário que eles irão te entregar. Não paga nada para o fiscal.
      Acho que ainda não estão aceitando cartão de crédito para esse tipo de pagamento, não. A receita federal anunciou que passaria a aceitar, mas não encontrei nada que confirme que já estão.
      Obrigada pelas palavras de carinho e boa viagem

      Excluir
  69. Oi, me amarro em seu blog! gostaria de saber se eu comprar um iphone com tecnologia americana, posso usar no brasil sem problemas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pelo comentário
      Você deve comprar um iphone desbloqueado, senão não funcionará no Brasil.
      Abraço

      Excluir
  70. Olá, nossa mt bom esse blog parabens. Minha amiga e o marido dela vão para o Eua, pedi para ela trazer um iphone 5 para mim, mais ela está com medo de chegar aki no brasil e pagar taxas. O que tenho que fazer para ela comprar um iphone 5 e vim ao brasil sem pagar nada alem do iphone ? E se ela levar o celular dela pro Eua, como fazer a compra dar certo sem pagar taxa alguma ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vitor,
      Não existe mágica para não pagar taxa. Existem dois itens: estar dentro da cota ou sorte. Só isso!
      Cada pessoa pode trazer um telefone. Se ela e o marido levarem os aparelhos daqui, na teoria não teriam direito a outro telefone, a menos que eles não tragam nenhum eletrônico e esse iphone entrasse na cota dos US$500,00.
      Se ela trouxer outros eletrônicos, teria que ser na sorte e aí se ela for parada e tiver que pagar taxa, você teria que reembolsá-la.
      Abraço

      Excluir
  71. Carolina Luise Zluhan03 abril, 2013

    Só mais uma perguntinha, esses sacos: http://img1.mlstatic.com/trip-bag-saco-para-embalagem-a-vacuo-sem-aspirador_MLB-O-224007184_6636.jpg são uma boa ideia? Se eu trouxer mais roupa que o normal, eles não vão querer abrir pra ver o que tem, certo? Ou esses sacos dão impressão que tem mais coisas na mala?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina,
      Esses sacos servem para diminuir o volume de artigos de tecido, espuma ou coisas do gênero.
      O saco só vai tirar volume e fazer com que mais coisa caiba na mala, porém nada tem a ver com a alfândega.
      Você só tem que tomar cuidado, pois cabendo mais coisa, a mala pode ficar mais pesada e você ter problemas com a companhia aérea.
      Abraço

      Excluir
  72. Olá, vou pela primeira vez a Miami estender o feriado q teremos em abril aqui no rj. Pretendo comprar varias roupas p mim e gostaria de trazer algumas bluzas p meu namorado, pensei em torno de umas 15 a 20. Será q mesmo tirsando a etiqueta terei algum problema com s alfandega?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo problema nenhum nesse itens. Eles buscam mais pessoas trazendo eletrônicos ou roupas para revenda.
      Abraço

      Excluir
  73. Olá Andreza, parabéns pelo blog, tem me ajudado muito e é realmente muito bom!
    Vou para disney em julho, em uma excursão com mais de 400 passageiros divididos em grupos. Pretendo trazer um Iphone, que pelo que me informei está custando em media uns U$700, gostaria de dicas de como proceder pois queria trazer a caixa dele. Posso coloca-lo na bagagem de mão e despachar a caixa na mala? Assim ele não entraria na cota, certo? E deste modo ainda teria mais os U$500 da cota?
    Muito Obrigada e mais uma vez, parabéns pelo blog! Sucesso. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Que legal que está gostando do blog! Fico feliz! :)
      O que você falou está perfeito! Traga o celular "em uso" e pode despachar a caixa na mala.
      Importante: não leve o seu celular do Brasil e sim somente o chip.
      Abraço

      Excluir
  74. Olá Andreza, primeiramente, Parabéns pelo site, gostei bastante :D
    Mas preciso fazer uma(s) pergunta(s)... Exemplo vou viajar e comprar um Notebook um celular, e um Headset no caso se eu entrar no Estados Unidos sem celular e comprar um lá e voltar usando ele junto com o headset pode ser considerado produto de uso pessoas que tipo não diminua o $500 que tenho para gastar com eletrônicos? Que vai fora da mala e eu provavelmente vou voltar usando ele ( headset e celular haha principalmente sendo novo vou querer mexer em tudo)....
    Aí no caso no Notebook, vai passar BASTANTE assim dizer dos $500 por que ele é $1000 ( bastante no meu caso rssrs) se eu resolver declarar fica 250 dólares a mais, porém 250 dólares sofridos, e será que está grande a fiscalização? Por que querendo ou não ganhei a passagem de ir, então estou indo não com muito dinheiro e gostaria de aproveitar o máximo do máximo meu dinheiro que estaria levando... A detalhe, vai eu minha tia e meu tio, muito talvez minha prima, será que eles param? OB: minha tia vai para fazer compra lá e vender aqui, teve uma vez que em 3 pessoas ela passou com 8 (ao total mais a de mão) malas sem pagar bagagem extra e cada um com dois iPads na mala sem pagar nada também! Em sua opinião, como minha tia vai estar com bagagem a mais (provavelmente) e com alguma coisa na mala tipo iPad iPhone o que seja, você declararia? Ou não tentaria a sorte? E OBS 2: não é a primeira vez que minha tia vai para lá, então, não que tenha uma marcação sobre ela mas pode ser que algum fiscal já tenha visto ela e passa para ver né?
    Obrigado & Boa noite ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Everton,
      Em relação e esse notebook, não tem muito o que fazer; ou você declara e paga US$250,00 ou arriscar e se for pego, pagará US$500,00. Aí é pesar o custo X benefício.
      Não sei o valor do headset, mas ele não entra na cota de isenção, portanto se for caro, pode ser somado ao notebook nos produtos a serem taxados.
      Marcação não existe nenhuma. Então o risco da sua tia é o mesmo de qualquer outra pessoa, porém como vai trazer coisas para revender, se ela for parada, tem grande chance de pagar imposto e multa.
      Abraço

      Excluir
  75. Olá, adorei seus comentários.
    Estou com uma duvida!!! Vou pra Califórnia ficar 20 dias e volto pelo galeão. Devo comprar bastante roupa e 4 tênis Mizuno (dois pra mim e 1 para meu pai e 1 para minha mãe) além disso devo comprar uma bota, dois cremes marraconoil e um vidro de 200 ml de óleo de argan,3 bolsas, 2 mochilas, 2 óculos e 3 relógios, além de muita maquiagem, dois perfumes e alguns victorias secrets. Mas tudo sem etiqueta e fora da caixa. Mas a minha preocupação maior são os eletrônicos: pretendo comprar uma câmera fotográfica (U$ 500,00), uma filmadora (U$ 1100,00)e um gravador de voz (U$ 60,00).

    Gostaria de saber quais produtos corro o risco de ser taxada e dicas de como proceder para minimizar a chance de ser pega na alfândega?

    Também gostaria de saber se o numero de bagagem interfere na escolha de quem deve ir para o RX. Estou pensando em voltar com uma mala de bordo e uma mala grande.

    Desde já agradeço.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      A câmera fotográfica, é isenta, desde que você não esteja portando nenhuma outra.
      O gravador de voz dificilmente dará problema.
      Essa filmadora excede e muito o valor da cota. Se você declarar, vai pagar pouco mais de US$250,00. Se não declarar e for pega, pagará mais de US$500,00.
      Os demais itens, desde que sejam em quantidades "normais" para consumo de uma pessoa, não apresentam problema.
      Várias coisas interferem na seleção para passar no raio X: sorte, quantidade de mala, perfil do viajante... Portanto não dá para prever.
      Abraço

      Excluir
  76. Andreza, mais uma duvida quanto aos iphones... há possibilidade de não funcionarem no brasil? e passando como uso pessoal tecnicamente ainda tem os U$500 da cota?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O iphone tem que ser desbloqueado, senão não funciona no Brasil.
      Se estiver em uso, você tem direito à cota integral de US$500,00.
      Abraço

      Excluir
  77. Andreza Boa Tarde!

    Devo fazer uma viagem para miami daqui uns tempos! gostaria muito de saber se caso eu trazer ( com sua experiencia claro) um macbook pois e o sonho do meu marido ter um! fazer como vejo algumas dicas por ai " trazer fora da caixa estalar o outllok colocar fotos trazer em um bagagem de mão será que corro o risco de ser barrada ?

    desde ja agradeço pois suas dicas são um maximo!!!!!!!!!!!!!! bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elzane,
      Se for parada, essa estratégia não vai funcionar. Eles percebem quando um equipamento desse porte é novo ou não.
      Mas é tudo questão de sorte! Então não tem como garantir.
      Abraço e obrigada

      Excluir
    2. Andreza muito obrigado pela dica! sei que o foco deste post e alfandega: mas me tire mais um duvida! vai ser minha primeira viajem ao exterior( vou sozinha ) pretendo ir sem mala para nenhuma estou querendo comprar tudo lá malas, roupas....
      vale a pena?
      muito obrigado por tudo seu blog e muito e bom a bessa!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    3. Elzane,
      Com certeza esses itens que você mencionou são mais baratos lá.
      Abraço e obrigada

      Excluir
  78. Olá Andreza!
    Minha filha quer trazer um Vaio ($440,00). Existe alguma diferença na tecnologia de lá e a do Brasil, ou não preciso me preocupar com isso? Não sei se entendi direito, mas ela só pode trazer 20 soveniers. Então se passar da cota ela paga multa? Minha filha vai acompanhada do namorado, então eles podem dividir a mercadoria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Balina,
      Não existe diferença de tecnologia.
      A questão dos 20 sounevirs é a regra, mas eles não são rígidos com isso. Isso é mais para evitar que as pessoas tragam coisas para revender.
      Sim, eles podem dividiras mercadorias, mas não podem juntar cota, exemplo trazer um produto de US$1000,000.
      Ficou claro?
      Abraço

      Excluir
  79. Olá Andreza!
    Primeiramente, parabéns pelo blog! É excelente!!! Viajarei dia 19.04 e já tem uns dias que estou devorando-o!!!
    Minha dúvida é em relação a cota para criança. Vou viajar com a minha filha de 5 anos e um casal (minha irmã e meu cunhado, que vão trazer coisas para eles, sem possibilidade de dividirem comigo). Não pretendo estourar a cota de eletrônicos, mas quero trazer no limite! Como devo fazer? Tenho que separar os itens tributáveis por mala? Pois, terei que empurrar o carrinho com as minhas malas e as dela. E quanto as malas de mão, devo fazê-la trazer uma mochilinha com uma filmadora, por exemplo? Ou posso trazer um Ipad e uma filmadora na minha mala de mão e se a gente for parada eu informar que uma parte é minha e outra dela?
    Muito obrigada desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andresa,
      Eu tenho o mesmo problema com a minha, mas nunca fomos parados com ela, mas se um dia formos, vou entrar com ela e mostrar que metade dos itens são meus e metade dela.
      Acredito que eles não criar problemas com isso.
      Muito obrigada pelo seu comentário.
      Abraço e bons preparativos

      Excluir
  80. Andreza, viajarei em maio e ficarei 6 dias em Orlando e 4 em Miami.
    Pretendo comprar um notbook, um iphone e uma câmera. E claro roupas, relógio e perfume para mim. E mais algumas coisinhas como relógios e pergumes para presente.
    Terei que tributar isso tudo? :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna,
      O iphone, desde que você não esteja com outro telefone, é isento.
      A câmera fotográfica também.
      Esse notebook, se passar do valor, é tributável.
      Relógio, se forem de valores "normais", eles não costumam criar problemas. Relógios de valores altos podem ser tributados.
      Abraço

      Excluir
  81. Olá Andreza! Estou indo para a Disney com uma empresa de viagens e gostaria de trazer um iphone 5 e um ipod. Por eu estar indo com empresa seria mais fácil de a alfândega brasileira me barrar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo vantagem nem desvantagem em estar em grupo. Acho que o risco é o mesmo. Nem mais, nem menos.

      Excluir
  82. Se eu comprar um iphone lá, vou poder mudar a configuração para brasileira?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem que comprar um iphone desbloqueado.

      Excluir
  83. Olá Anreza, se eu comprar um iPhone lá nos EUA e alegar que ele está em uso pessoal ( sem embalagem e eu nao levei nenhum outro celular para lá) e ele estiver ligado no meu bolso e tal, mais SEM O CHIP DE NENHUMA OPERADORA. Existe a possibilidade de ele alegar que eu não estou usando o iPhone só pelo mesmo estar sem chip ? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que não haja problema, já que não terá outro telefone com você.
      Abraço

      Excluir
  84. Andreza, vou trazer um iphone dos EUA como unico celular, e gostaria de saber se eu colocar dois eletronicos na cota, o que acontece? seria um Mouse e um Fone (US 60 e US 100 respectivamente) eu posso trazer dois eletronicos fora da caixa e um celular de uso pessoal ?
    Explicando melhor: Celular como unico telefone e os outros 2 dentro da cota de US 500 daria problema?

    Resumo: Não entendi se posso trazer 2 eletronicos dentro da cote de US 500 OBRIGADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Você pode trazer quantos eletrônicos quiser, desde que fique dentro da cota de US$500,
      Portanto você pode trazer os itens que tem interesse.
      Abraço

      Excluir
  85. Nossa, esse seu post veio a calhar!!! Que legal!!
    Quero muito trazer uma batedeira kitchenAid, mas é um trambolhão né? è muito caro pagar excesso de bagagem? Quando eu for pros EUA estou mais de olho nas compras com guloseimas, gosto da gastronomia mais do que da parte de compras de roupas... posso trazer chocolates, molhos, biscoitos?Abraços, Luciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciana,
      Você pode trazer esses itens, sim. Porém, eles são pesados.
      A parte do excesso de bagagem varia de cia para cia. Sugiro você entrar em contato com a sua cia aérea e verificar essa questão.
      Porém, provavelmente será mais barato você voltar com a 3ª mala, do que pagar excesso nas duas malas que tem direito.
      Abraço

      Excluir
  86. Andreza, boa tarde!

    Me tira um dúvida, pretendo comprar um equipamento de mergulho que custa U$ 1200,00, não é eletrônico e será pra uso próprio, será que precisa ser declarado ou posso passar sem problemas?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo que por ser importação de um item acima de US$500,00, deveria ser declarado.
      Se for pego pagará multa e imposto.
      Abraço

      Excluir
  87. Olá Andreza, apesar de todas as perguntas e respostas anteriores ainda tenho uma dúvida: se eu levar meu celular NOKIA E6 para Orlando precisarei declarar na saída do Brasil para os EUA? E se eu comprar um IPHONE e voltar com ambos os celulares, o IPHONE pode ser considerado em uso ou entrará na cota?
    Desde já agradeço suas valiosas considerações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe mais possibilidade de declarar nada ao sair do Brasil.
      O iphone teria que estar em uso e na teoria você não deveria estar com outro telefone.
      Abraço

      Excluir
  88. Olá Andreza eu vou viajar e possuo um Laptop da Sony Vaio que comprei no Paraguai Em janeiro de 2013 portanto eu não tenho nenhuma Nota Fiscal, eu usava ele para fazer eventos políticos no meu município e agora nós temos uma Viajem programada para o final do ano em Washington D.C.

    Será que eles vão implicar com meu computador pois o modelo é Internacional comprado no PY e está em ótimo estado de conservação a unica coisa que poderia provar que o produto não é novo é um pequeno lacre da loja que comprei que está marcado 01/2013 e na tampa superior do Notebook tem adesivo da Universidade que eu estudo colado e um adesivo do PT hehehehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa vida, difícil dizer...
      Se não for nenhum modelo super novo, acho que eles não devam se importar.
      Mas realmente não tem como dar certeza.
      Dica que pode não servir nada, mas pode ser que ajude. Tire algumas fotos dele perto do cartão de embarque da ida. Quem sabe sirva como prova.
      Abraço

      Excluir
    2. Me desculpa por estar me intrometendo mas em Dezembro de 2010 eu fui fazer um Intercambio de 30 dias no Canada com a escola de Ingles. Comprei um MACBook e um Iphone 4s da Apple. Só tinha o nosso voo aquele horario, fui na fila do "nada a declara"r passaram no raio-x minhas coisas e pediram se o Note era novo falei que sim, Daí o fiscal pediu se era pra uso pessoal: Falei que sim e passei de boa. Na verdade todos colegas que foram fazer Intercambio comigo passaram de boa, muitos compraram PS3, Xbox, Ipad 2 que mesmo fora do Brasil era muito caro e todos passavam da cota.

      Eu não sei se era porque eramos todos estudantes entre 14 e 21 anos daí eles não implicaram ou pq o voo não era para o USA, não sei qual era o critério. E na época que eu fui eu não tinha tanta noção dessas coisas, mas enfim a moça do avião disse que era pra declarar somente o que não era pra uso pessoal e foi o que eu fiz.

      Fica aí a minha experiencia na alfandega =D

      Excluir
  89. Olá Andreza, parabens pelo blog, muito bom!
    voce conhece muitas pessoas que foram multadas no processo de volta pro br?
    obrigada :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Raquel,
      Conheço algumas. Por que?
      Abraço

      Excluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...